english Icono del idioma   español Icono del idioma  

Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/20.500.12008/10972 How cite
Title: Imunoexpressão de Ki-67 e marcação de AgNOR no fronte de invasão tumoral do carcinoma espinocelular de boca e sua correlação com as características clínico-morfológicas dos pacientes tratados no período 2000-2010 no Instituto Nacional del Cáncer de Montevideo - Uruguay
Authors: Beovide, Verónica
Obtained title: Magíster en Patología Bucal
University or service that grants the title: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tutor: Pantelis Varvaki, Rados
Type: Tesis de maestría
Keywords: Neoplasias bucais, Câncer, Proliferação celular
Issue Date: 2013
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o número de AgNORs por núcleo e a expressão de Ki-67 no fronte de invasão tumoral e sua correlação com os parâmetros clínicos (TNM), morfológicos (fronte de invasão tumoral, graduação histopatológica), do carcinoma de células escamosas da mucosa bucal. Foram incluídos 48 pacientes de um total de 109 pacientes analisados no período de 2000 a 2010. A idade média foi de 63 anos, a língua a localização mais comum representando 41,7% dos casos, e 79,2% dos casos eram os homens. Todos diagnosticados e tratados no Instituto Nacional do Câncer de Montevideo, Uruguai. Todos os espécimes incluídos neste estudo deviam ter presente o fronte de invasão (FIT) claramente demonstrado com uma faixa de ilhas de tecido conjuntivo adjacente. Todas as amostras foram obtidas da peça de ressecção do tumor e foram submetidas ás técnicas de hematoxilina/eosina, imunoistoquímica para anticorpo Ki-67 e técnica de AgNOR. Observou-se uma correlação significativa nos Carcinomas Espinocelulares localizados em áreas de alto risco (língua, assoalho da boca e trígono retromolar) em comparação com as áreas de baixo risco (mucosa labial, gengiva, palato), por meio da marcação de AgNOR (p=0,0085). Neste estudo foi encontrada uma associação do tamanho do tumor para T2 e T3 com a sobrevida dos pacientes (p=0,036). Na área de invasão tumoral foi observado que os pacientes com padrão IV do FIT apresentam 60% de grau III de diferenciação celular de acordo com a OMS, 80% eram T3 e 80% evoluíram para óbito. A média de células positivas para Ki-67 foi de 22,3% ±11.89. O padrão I-IV de FIT expressam positividade para Ki-67 com uma relação inversa (p<0,032). Não foi observada associação entre os parâmetros de proliferação celular estudados com o tipo de fronte de invasão tumoral, nem com o grau de diferenciação celular.
Description: Convenio realizado entre la Universidade Federal do Rio Grande do Sul y la Universidad de la República Oriental del Uruguay en el marco del Programa de Post-graduación en Odontología.
Publisher: UFRGS
Citation: Cortegoso, A. Imunoexpressão de Ki-67 e marcação de AgNOR no fronte de invasão tumoral do carcinoma espinocelular de boca e sua correlação com as características clínico-morfológicas dos pacientes tratados no período 2000-2010 no Instituto Nacional del Cáncer de Montevideo - Uruguay [en línea] Tesis de maestría. UFRGS, 2013
License: Licencia Creative Commons Atribución – No Comercial – Compartir Igual (CC – By-NC-SA)
Appears in Collections:Tesis de posgrado - Facultad de Odontología

Files in This Item:
File Description SizeFormat  
Beovide_Veronica.pdf742,99 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons